Proteção adicional para suas senhas

Da série ‘Como criar senhas seguras

Uma vez definida uma senha forte, trate-a com o mesmo carinho que tem com a senha de sua conta bancária.

Nunca a revele a ninguém; uma pessoa de confiança hoje, pode tornar-se seu inimigo no futuro.

Evite também armazenar suas senhas em arquivos do computador.

Em caso de invasão (ou alguém que tenha acesso a ele até de forma consentida), o arquivo pode ser bisbilhotado e suas senhas roubadas.

Saiba que qualquer serviço com uma política mínima de segurança jamais irá solicitar que você informe sua senha por qualquer meio (telefone ou e-mail) ou motivo.

Em caso de esquecimento de uma senha, cartões de crédito costumam enviar outra, por correio e no caso de serviços online, é fornecido um link que dá acesso – mediante conferência de determinadas informações – a uma página na qual o próprio usuário faz a troca para outra password, sem intermediação de qualquer pessoa.

Caçadores de cliques
Evite digitar sua senha – de e-mail, do banco ou de acesso à rede da empresa, por exemplo – em computadores que você não tem controle ou públicos, como em lanhouses.

Uma categoria de programas denominada keylogger é capaz de registrar tudo o que se digita no PC, gerando um arquivo que, depois, é enviado pelo controlador ou criador do programa. Isso ocorre sem que você saiba da existência desses programas, que não costumam deixar rastros ou indicações de que estão sendo executados. Os crackers, depois, utilizam esses arquivos em busca de sequências de caracteres que indiquem o que se fez e que tipo de informação pode ser a senha para acesso a um determinado serviço.

Dispositivos móveis
Celulares e smartphones com acesso a e-mail e internet trazem uma conveniência enorme para os usuários. E uma brecha maior ainda para a segurança das informações.

Por uma questão de comodidade, os aplicativos costumam deixar registrados na configuração dos serviços dados de logon (usuário e senha). Se tais informações não ficam visíveis nem podem ser alteradas sem o fornecimento de uma senha, elas ao menos permitem acessar, por exemplo, o correio eletrônico. Qualquer pessoa que tenha acesso indevido ao aparelho pode, assim, enviar mensagens em seu nome, o que pode ser algo catastrófico, se for um e-mail profissional, por exemplo.

Para evitar essa cilada, recomendamos que você atribua uma senha (forte se possível) de acesso ao celular/smartphone. Procure no manual do aparelho como fazer isso.

Roteadores
As redes de computadores, no ambiente profissional ou mesmo em casa, estão cada vez mais populares. Por comodidade, esquecimento ou até ignorância, muitos usuários, ao configurá-las, esquecem de atribuir senhas (ou mudar a senha padrão fornecida pelo fabricante do dispositivo). Verifique no manual do equipamento com fazer isso. Esta ação é especialmente importante no caso das redes sem-fio.

Deixe seu Comentário