Desktops "top de linha" vão bem nas multitarefas pesadas

Em geral, os computadores top de linha aqui no Brasil são equipados com processadores Quad Core e sistema operacional Windows Vista Home Premium, o que também acontece com os três modelos testados —HP Pavilion Elite M9360br, Positivo Plus S510VL e o Mirax Intel Core 2 Quad Q6600 2,4 GHZ.

Com forte vocação multimídia, eles são robustos, oferecem no mínimo 2 GB de RAM (os do teste possuem 4 GB) e uma série de recursos integrados, como leitores de várias mídias, inclusive Blu-ray e suporte Bluetooth.

De início, HP, Positivo e Mirax se saem muito bem em tarefas cotidianas, como reproduzir vídeos, músicas, abrir arquivos.

Rápidos, trabalham rapidamente com aplicativos de escritório, com navegadores Web e até com chatos programas em Java, que comumente deixam lento o sistema de computadores de menor porte.

Prova de fogo

Nos testes com editores de imagens, usamos uma figura de 4 MB (para se ter uma idéia, imagens da Web costumam ter menos de 30 KB). O HP se saiu levemente mais rápido para abrir e para realizar algumas aplicações de efeito na figura. Empatados na segunda colocação, no quesito velocidade de resposta, apareceram o Mirax e o Positivo.

Da figura estática, os computadores tiveram de lidar com movimento. Na reprodução de vídeos e até mesmo na edição das imagens houve um triplo empate. Em velocidade e agilidade, os três computadores se saíram de forma semelhante.

Para complicar um pouco a performance das máquinas, aumentamos o número de tarefas. Com o vídeo rodando, o drive de CD foi acionado e começou a reproduzir canções em .wav. Nada que incomodasse os três.

A janela do editor de imagem foi aberta com comunicador instantâneo, o Google Desktop (que adora travar o sistema) e uma aplicação em Java simultaneamente. O modelo da Positivo vacilou em alguns momentos, mas no geral se saiu bem. O HP e Mirax rodaram tudo de forma perfeita, como se apenas cada uma das aplicações estivesse aberta.

Por fim, a tarefa final para medir a performance das máquinas foi fazê-las rodar games. Embora nenhuma das três seja exatamente preparada para jogo eletrônicos, que exigem placas de vídeo dedicada, quem melhor se saiu no teste foi, mais uma vez, o HP —que tem placa nVidia GeForce 8400GS com memória dedicada.

Tanto Positivo como Mirax suportam bem bom jogos, desde que os gráficos não exijam tanto quanto um Crysis —game de tiro que requer placa de vídeo dedicada e de excelente performance— ou Assassin’s Creed, Gears of War, Mass Effect e GRID. Com exceção destes títulos, muitos outros rodam sem problemas nos computadores.

A conclusão da performance dos três equipamentos é que não são próprios para games, mas realizam bem quaisquer outras funções multimídia, como edição de imagem, vídeo e música: ao mesmo tempo ou de forma separada.

« Anterior 1 2 3 4 5 Próximo »

Deixe seu Comentário