Sony Ericsson F305 – F de diversão

O Sony Ericsson F305 é o primeiro representante de uma nova família de celulares da fabricante, a “F”.

Ao que tudo indica, este “F” deve ser de “fun” (diversão), pois o aparelho é inteiramente focado em quem gosta de jogar no telefone móvel — principalmente os jovens.

Mas, mesmo com tanto apelo para jogos, o aparelho testado pelo UOL Tecnologia apresentou diversas falhas durante a execução dos games.

Alguns travaram e, mesmo depois de fechados, ficaram “indisponíveis” —foi preciso reiniciar o telefone (e você achava que só o Windows fazia dessas…). Outros funcionam bem, mas, como o acelerômetro do aparelho não é tão sensível, a experiência acaba não sendo lá muito divertida (como no caso do boliche).

Games no Sony Ericsson F305O carregamento dos jogos é um pouco lento, mas somente quem já lidou com aparelhos muito mais poderosos (e caros) repara na diferença. Os botões bem dimensionados e o visor colorido são agradáveis.

Características do celular

O aparelhinho slider é bem compacto (possui 47mm de largura e 14mm de espessura) graças ao amplo uso de plásticos em sua fabricação e ao acabamento não exatamente primoroso —tudo em nome do menor custo possível. É bem diferente do visual sofisticado da maioria dos telefones da Sony Ericsson. O peso é aceitável, são apenas 97,5g —o mais leve entre os modelos testados.

O visor de LCD de 2 polegadas é bem nítido e brilhante. Ao redor dele há uma série de teclas para os games. Na parte de baixo há controles comuns, mas na parte de cima estão os botões “X” e “O” com a mesma grafia dos joysticks do PlayStation (console fabricado pela Sony). A disposição dos botões dá a entender que é possível jogar com o aparelho na horizontal, embora mãos pequenas serão desafiadas pelo tamanho apertado.

Também há uma tecla, com um símbolo de joystick, que dá acesso direto ao menu de jogos. Ele também é equipado com acelerômetro (igual ao iPhone), dispositivo capaz de detectar a movimentação do telefone e transmitir os dados para um software.

Aberto, o teclado tem tamanho adequado para digitação. Em geral, as resposta são rápidas e a interface bastante colorida é simples de usar —outra marca dos Sony Ericsson. Há um alto-falante capaz de gerar um bom barulho, tanto nos games como nas músicas. Isso permite jogar com volume adequado sem precisar de fones de ouvido.

O celular vem até com uma alça para prendê-lo à mão, uma ótima idéia para evitar que o usuário arremesse o F305 por aí. O F305 tem 10MB de memória interna, expansíveis por cartão Memory Stick Micro (M2). A câmera de 2 megapixels é mediana. Ele também traz recursos como Bluetooth e tocador de mídia digital.

Software

O celular vem com 11 jogos na plataforma Java. Infelizmente, nenhum em português, o que pode complicar a vida de muitos usuários. Alguns são divertidos, outros nem tanto, mas isso depende muito, claro, da preferência pessoal.

Nem todos usam o acelerômetro. É possível baixar mais games do site da Sony Ericsson (há um ícone no menu que dá acesso direto, mas cuidado com os custos de navegação) ou de sites especializados na web. O bom é que não é difícil achar jogos Java gratuitos, mas a instalação exige um pouco de trabalho.

« Anterior 1 2 3 4 5

Nenhuma Resposta

  1. Pingback: Testamos 5 celulares para quem gosta de jogar 18 de maio de 2009
  2. Pingback: LG Renoir - O espelho do iPhone 18 de maio de 2009
  3. Pingback: Nokia N95 8GB - Poderoso, mas pesado 18 de maio de 2009

Deixe seu Comentário