Reino Unido perde pen drive com dados de 84 mil presos

por Mike Simons, editor do Computerworld, de Londres

O Governo britânico perdeu detalhes de cerca de 84 mil prisioneiros na Inglaterra e no País de Gales após o Home Office, departamento britânico de imigração e combate a crimes, fornecer pen drives com as informações para a empresa PA Consulting, que os perdeu.

O Comissário de Informações do Reino Unido descreveu a perda como “profundamente preocupante”. “Algumas questões precisam ser respondidas sobre quais guardas estavam responsáveis”, afirmou o comissionário da ICO, David Smith.

O pen drive desaparecido inclui detalhes não encriptados sobre 10 mil infratores prolíficos e dados sobre 84 mil prisioneiros na Inglaterra e na País de Gales.

A PC Consulting confirmou ao Home Office que havia perdido as informações. Nenhuma informação complementar será transferida para a PA Consulting durante a investigação da perda, afirmou o Home Office.

Este caso destaca o fato que não são apenas laptops que devem estar seguros para garantir a proteção de dados caso haja perda ou roubo. Organizações precisam garantir que têm controles para proteger dados em pen drives e outros dispositivos portáteis de armazenamento, como MP3 players e DVDs.

Deixe seu Comentário