Reciclar produtos eletrônicos pode virar lei em São Paulo

A Assembléia de São Paulo analisa projeto que pode tornar obrigatória a reciclagem de produtos eletrônicos.

O projeto de lei em discussão na câmara paulista tornaria obrigação dos fabricantes, distribuidores e importadores fornecer postos para coleta de produtos eletrônicos prestes a serem descartados.

Os fabricantes e importadores deverão, ainda, bancar os custos de reciclagem dos produtos para evitar seu descarte na natureza.

Algumas empresas com compromissos ecológicos já ofecerem a reciclagem espontaneamente. Atualmente, só fabricantes de baterias (de celulares e notebooks, por exemplo) são obrigados a oferecer postos de reciclagem.

Chamado e-Waste, o lixo gerado por material eletrônico é especialmente nocivo à natureza. Monitores e chipsets são frequentemente ricos em produtos tóxicos como cádmio e mercúrio que, se descartados em aterros sanitários, podem contaminar o solo e a água.

Segundo a assessoria da Assembléia, a expectativa é que o projeto seja votado no início de fevereiro. Vamos esperar.

Deixe seu Comentário