11 coisas que você deve excluir do Facebook

Com mais de 1,49 bilhão de usuários, o Facebook é um dos serviços que mais influenciam os usuários no mundo.

Mas, como qualquer coisa poderosa, você precisa ter cuidado ao lidar com ele.

Enquanto o Facebook afirma que proteger a privacidade de seus usuários é sua maior prioridade, existem algumas informações que você deve considerar excluir do site, como seu endereço, ou em que academia você treina.

Veja agora, 11 coisas que você deve deletar do Facebook:

1. Aniversário

Seu aniversário é parte de um importante quebra-cabeças, que também inclui seu nome e endereço. Com essas informações, uma pessoa mal intencionada pode acessar facilmente sua conta bancária e outros detalhes pessoais.

2. Número de telefone

Revelar seu número de contato pode levar a duas situações: na melhor das hipóteses, um(a) admirador(a) secreto(a) pode começar a te incomodar. A pior? Alguém começar a te seguir e te causar algum mal.

3. A maioria de seus “amigos”

Existe uma teoria que diz que os humanos conseguem manter aproximadamente 150 relacionamentos estáveis.

Então, pra quê você precisa de 5.000 “amigos” no Facebook? A maioria de seus contatos na rede social são emocionalmente instáveis e dependentes de compartilhar suas “crises emocionais”. Isto sem falar nos “amigos” amargos, que só publicam desgraça ou reclamam, e aqueles que você jamais vai convidar para tomar um café (por razões óbvias).

Livrar-se desses “pesos mortos” torna sua interação na rede social muito mais saudável.

4. Fotografias de suas crianças (e outros membros menores da família)

Aqui surge uma grande questão:

Que tipo de informação sobre si mesmas as crianças gostariam de ver online quando elas forem maiores?

As gerações anteriores à internet nunca precisaram considerar isto, afinal seus dados e imagens não eram publicados no jornal diariamente, e elas não apareciam na TV a todo momento. Mas o advento da internet e as mídias sociais deram a esta situação uma importância vital.

Não preciso citar aqui o que pode acontecer com seus pequenos. Preciso?

5. Onde seus filhos estudam

A preocupação com as crianças vai mais além. O número de menores atacados sexualmente aumenta a cada ano, com números recordes na última década.

A última coisa que você quer é deixar um abusador sexual descobrir onde seus filhos estudam.

6. Localização

Os serviços de localização estão disponíveis apenas para Android ou iPhones. Mas, e daí? Qual é o perigo disso?

Ativar a localização de seu celular pode parecer inofensivo, mas vejas este dados:

Em 2015 mais de 500 milhões de usuários acessaram o Facebook unicamente usando o celular, a maioria desses disponibilizando sua localização online.

Qualquer pessoas mal intencionada pode te encontrar em poucos minutos.

7. Seu chefe

Essa é clássica. O Facebook é uma rede social, e a ideia é fazer com que sua interação seja agradável.

E aí começam os problemas: seu chefe pode acessar suas publicações e ver todas as suas atualizações de status – mesmo aquelas mais embaraçosas, que podem custar seu emprego.

Você pode configurar suas preferências para impedir seus patrões de visualizar certos posts, mas não seria mais fácil não tê-los em sua rede?

8. Pare de marcar sua localização

As pessoas esquecem o fato de que marcar sua localização fornece seu exato endereço. E aí, bem, você já sabe o que pode acontecer…

9. Quando e onde você vai passar as férias

Aqui podem acontecer dois problemas: ser roubado onde estiver, ou ter sua casa assaltada enquanto você está viajando. E aí vai o alerta:

Sua seguradora pode não querer pagar o seguro, se ela constatar que você tornou público todos os seus passos na rede social.

10. O status de seu relacionamento

Se você quer comemorar o início de um namoro, não faça isso no Facebook.
Apenas não faça.

Os problemas podem ser tantos que uma alteração de status de “em um relacionamento” para “solteiro(a)” vai fazer você se sentir mais triste que antes.

11. Dados de seu Cartão de crédito

Jamais. Essa nunca é uma boa ideia.

Deixe seu Comentário