O valor das novidades

Quando compramos um lançamento tecnológico, pagamos muito pela novidade.

O ciclo de vida de um gadget, por exemplo, nos mostra que um produto custa menos e trás muito mais funções com o passar do tempo.

É o preço que se paga para ser um “early adopter”, aqueles que são os primeiros a aderir a novas tecnologias.

É o que vemos em um produto como o iPad. Agora com o mesmo preço do ano passado, mas com muito mais funções. Mas não são tablets que quero usar como exemplo. O caso é outro: a nova TV LCD com blu-ray integrado da Toshiba, conforme verifiquei no blog Televisão 3D.

Essa televisão está custando mais de dois mil dólares, em sua versão de 40 polegadas. Um TV de mesmo tamanho, mas sem o player blu-ray integrado está custando na faixa dos 700 dólares, nos Estados Unidos. Já um player de blu-ray integrado não ultrapassa os 150 dólares. Será que essa “integração” vale os mais de mil dólares restantes? O preço não está absurdamente alto por essa tecnologia, que nem é tão especial assim?
Veja sempre o custo benefício do que você vai comprar. Vale a pena pagar caro por uma novidade, e não por suas funções?

Deixe seu Comentário