Google e o ‘Caso Xuxa’. Saiu a decisão judicial

Há alguns dias a apresentadora Xuxa Meneghel exigiu na Justiça a remoção de citações de seu nome e verbetes como “pedófilo”, assim como fotos e vídeos dela em cena de nudez ou simulação de sexo.

Agora, segundo a primeira decisão judicial, a gigante de buscas terá de pagar R$ 20 mil para cada resultado positivo apresentado nestes termos.

No entanto, a companhia afirma que esta decisão é “preliminar e provisória”, e ressalta que a inserção deste tipo de conteúdo não é de sua responsabilidade, mas sim dos sites que hospedarem o material considerado ofensivo.
Xuxa
Segundo a nota oficial da empresa

“é importante compreender que mecanismos de busca, como o desenvolvido pelo Google, são um reflexo do conteúdo e das informações que estão disponíveis na Internet. Essas ferramentas não têm a capacidade de remover conteúdo diretamente de qualquer página da Web, apenas os indexam para ajudar internautas a localizar mais facilmente informações que procuram em meio a centenas de milhões de páginas de Web”.

Deixe seu Comentário