Fundação Mozilla tem planos para os próximos 100 anos de web

A empresa, mais conhecida por ter desenvolvido o Firefox, explica que tem planos para os próximos 100 anos de web, e afirma que o navegador é uma parte importante para o futuro imediato.

Por Jacqueline Lafloufa

A Fundação Mozila frisou na última semana seus planos de longo-prazo para a web, que tem o objetivo de humanizar a internet, desenvolvendo a experiência online e o controle dos usuários sobre suas identidades online nas próximas décadas.

Mitchell Baker, diretor da Fundação Mozilla, lembrou em entrevista ao site The Register que o desenvolvimento do navegador Firefox é importante, mas é apenas o começo:

“A nossa missão é inserir certas qualidades na experiência de uso da web. Estamos em um ponto razoável com o navegador, e o Firefox é uma peça importante para o futuro mais imediato. Entretanto, nós mal começamos a trabalhar no controle que o usuário terá”, disse ele.

Entre os planos da Fundação Mozilla constam esforços para tornar a web mais aberta ao remover obstáculos de ordem tecnológica, corporativa ou cultural, além de auxiliar na inclusão digital.

Para atingir esses objetivos, um dos projetos mais promissores da Fundação Mozilla é o Drumbeat, uma comunidade online que quer fazer uso da web de novos modos, de forma a entender, participar e incentivar que cada um tome controle de sua ‘vida online’. Transformar os avisos legais em algo realmente compreensível pelo usuário comum, e dar um maior controle para os usuários sobre suas identidades digitais ‘ ao invés de deixá-las na mão de corporações como a Microsoft, Google ou Facebook ‘ são alguns dos planos da Fundação Mozilla para realização em médio prazo.

“Não é tão complicado conseguir centenas de milhares de participantes ” eles estão batendo em nossa porta neste exato momento. E eles vão falar com seus amigos, vizinhos e colegas, e isso vai ajudar as pessoas que não sabem a diferença entre o Firefox, Internet Explorer ou Chrome”, defende Mark Surman, diretor geral da Fundação Mozilla, de acordo com o site TechRadar.

Uma grande surpresa para quem achava que a única intenção da entidade era fazer o Firefox ultrapassar o Internet Explorer. Mais informações sobre os audaciosos planos da Fundação Mozilla podem ser obtidos no site do Drumbeat no endereço drumbeat.org.

Deixe seu Comentário