Empresas estão abolindo totalmente os fumantes

São raros os exemplos de companhias que estão abolindo totalmente os fumantes do ambiente de trabalho.

É o caso da AlfaData Solutions, pequena empresa que presta serviços de informática em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo.

De acordo com Ivan Kaparrós, gerente da AlfaData, já houve funcionários fumantes, mas ninguém jamais foi demitido por isso.

“Hoje, decidimos não contratar mais fumantes”, afirma. Segundo ele, os motivos são garantir o conforto e a saúde dos funcionários, a higiene no local de trabalho e a produtividade.

A E-Value, desenvolvedora de sites localizada em Campinas, no interior de São Paulo, assume o combate ao cigarro. Em março, a empresa estava recrutando programadores e colocou como requisitos na internet: não fumantes, dinâmicos e que trabalhem em equipe. “Damos sempre preferência a quem não tem o vício. Queremos garantir a saúde de todos os profissionais e melhorar a produtividade”, diz Eduardo Andrade, diretor da E-Value.

O ato de acender um cigarro se torna cada vez mais difícil no ambiente de trabalho. Na T-Systems, empresa alemã da área TI, não há fumódromo para os 2 155 funcionários. “Quem quiser fumar tem de sair do prédio”, diz Valéria Alves de Oliveira, analista de benefícios da empresa. Ela admite que no call center da T-Systems os candidatos não fumantes têm mais chance de conseguir uma vaga.

A psicóloga e coordenadora de recrutamento e seleção da Talent Four Consulting, Tatiana Salvador Borgoni, diz que o cigarro interfere na produtividade dos funcionários, afetando negativamente os resultados da companhia. “Mas profissionais de recrutamento não vão excluir um candidato por causa disso por ética”. Ela admite, no entanto, que tal critério pode ser usado como desempate.

« Anterior 1 2 3 Próximo »

Nenhuma Resposta

  1. Pingback: Quem não é fumante valoriza a lei 22 de maio de 2009
  2. Pingback: Não contrato fumante 22 de maio de 2009

Deixe seu Comentário