Ela descobriu a traição do namorado com um perfil fake

Da série “Criar fakes no Orkut é legal?
Ela descobriu a traição do namorado

Carina Ventura*, de 17 anos, foi buscar novidades no Orkut, descobriu a traição do namorado e ainda se deu mal: o garoto dedurou o fake dela pra toda a turma.

Veja como ela conta o que aconteceu:

“Sempre fui muito curiosa, do tipo que não sossega enquanto não sabe todas as fofocas. Sei que isso é feio, então, para não ganhar fama, criei meu fake. Fico on com ele todos os dias. Passo por uns 50 perfis cada vez que entro. Já descobri coisas que nunca imaginava. É como diz o ditado: quem procura acha!

Até que, um dia, fuçando com meu fake, descobri que meu namorado estava me traindo. Fiquei supermal, não sabia como contar a ele. No fim, tive que abrir o jogo e confessar que tinha um perfil falso. Foi aí que o garoto saiu por cima: riu da minha cara e ainda contou para todo mundo como encontrar a minha página.

Fiquei muito triste e até pensei em desistir do orkut. Mas a curiosidade falou mais alto e, hoje, tenho dois novos perfis fakes.”

Fique ligada: O fake não é garantia de privacidade. Em situações extremas (de cyberbulling, por exemplo), ele pode ser rastreado por ordem da Justiça. Nos casos mais leves, o perigo é você se entregar.

A menina com fake não pode contar o que viu no orkut para as outras pessoas”, diz o psiquiatra Aderbal Vieira Junior, da Unifesp 

Além disso, lembre: nem tudo que está no orkut é verdade. Se você é um fake, qualquer outro perfil também pode ser!

Deixe seu Comentário