Disco rígido – Peça vital ao comprar um PC novo

Mesmo um desktop de entrada hoje deve trazer um HD com pelos menos 320GB de espaço, embora sistemas de dimensões menores optem por discos rígidos de apenas 160GB.

No extremo oposto, desktops topo de linha oferecem sistemas de storage com 2 terabytes (ou mais) montados em RAID para redundância (RAID 1) ou para proporcionar desempenho (RAID 0).

Alguns modelos combinam HDs com discos de estado sólido (SSD, pela sigla em inglês).

Ao escolher um desktop, verifique as especificações para saber quantas baias internas de 2,5 polegadas existem para acomodar discos rígidos extra. PCs all-in-one e desktops compactos em geral acomodam apenas um HD. Mais baias significam capacidade de expansão futura, quer para melhorar o desempenho, quer para acomodar mais dados, ou ambos.

A maioria dos HDs vendidos atualmente são modelos Serial ATA-300, que trabalham a 7200 rpm. Na hora da compra, fique atento à velocidade em que o disco rígido trabalha. Equipamentos mais em conta costumam trazer discos que funcionam a 5400 rpm.

Economizar nesse quesito pode significar um equipamento que trabalhe mais lentamente do que você gostaria. Agora, caso queira algo realmente rápido, vale a pena dar uma olhada nos discos VelociRaptor, da Western Digital, que trabalham a 10000 rpm.

Uma opção para quem busca desempenho são os discos SSD. Comparado os discos rígidos tradicionais, este componente ainda apresenta um custo por gigabyte elevado, mas a velocidade de acesso aos dados é substancialmente maior.

Nenhuma Resposta

  1. Pingback: O que levar em conta ao comprar um PC novo 7 de julho de 2010

Deixe seu Comentário