Dados do Google Reader podem ser salvos até 15 de julho

O leitor de notícias Google Reader foi descontinuado nesta terça-feira (2).

Entretanto, a empresa informou que os internautas poderão salvar seus dados, como inscrições em sites, até 15 de julho.

As informações do Google Reader podem ser salvas migrando para outros serviços de RSS ou fazendo o download das inscrições no Google Takeout até 15 de julho às 16h.

“Lançamos o Google Reader em 2005 para que as pessoas descobrissem e acompanhassem seus sites favoritos com facilidade. Apesar de ter um público fiel, a taxa de uso caiu nos últimos anos. Então, após 1º de julho, o serviço será aposentado”, escreveu a empresa em seu blog oficial em março deste ano.

O site de compartilhamento de notícias Digg lançou um leitor de RSS para atrair os “órfãos” do Google Reader, conheça alternativas para acompanhar atualizações de sites.

Deixe seu Comentário