Como acontecem fraudes de e-mail por cibercriminosos?

E-mails com solicitação para mudança de senhas, confirmação de falsas reservas em restaurantes ou hotéis legítimos, sobre tragédias que ganharam a mídia nos últimos dias, que informam o usuário sobre fotos ou vídeos que ele apareceu ou mesmo de sites legítimos – mas com links arbitrários.

Esses são os cinco temas mais comuns usados por cibercriminosos em golpes por e-mail (também conhecidos como phishing), de acordo com um estudo divulgado na terça-feira, (30/04) pela Kaspersky Lab.

Ainda segundo a pesquisa, cerca de 4% de todos os e-mails que circularam pela web em 2012 possuíam anexos maliciosos e as chances de essas mensagens serem abertas pelos alvos é enorme, porque a maioria delas são de remetentes conhecidos, como amigos, colegas de trabalho e familiares – todos que chegaram a acessar tal conteúdo infectado e acabaram por infectar suas máquinas.

O cenário fica ainda mais grave com o uso de spam, que representou 74,3% de todo o tráfego de e-mails no ano passado.

Para evitar cair nestas armadilhas a dica é manter a máquina protegida com softwares antivírus e mantê-los sempre atualizados.

Os updates valem também para navegadores e sistemas operacionais.

Além disso, evite abrir e-mails de remetentes desconhecidos; ou, quando a mensagem recebida for de algum conhecido, mas parecer suspeita, sempre cheque a veracidade do envio antes de abrir tal e-mail.

Deixe seu Comentário