Apple Mapas do iOS 6 tem mais problemas que versão anterior. Veja a comparação com o Google Maps

O novo sistema operacional da Apple, o iOS 6, trouxe um novo aplicativo de mapas, rompendo a parceria com a Google, que fornecia o serviço até a versão anterior.

Mas o programa da Apple tem demonstrado uma série de bugs e causado insatisfação nos usuários, que reclamam da novidade nas redes sociais.

Veja algumas dessas reclamações:

Na imagem à esquerda, o mundo do Google Maps; à direita, o Apple Maps.

Na imagem à esquerda, o mundo do Google Maps; à direita, o Apple Maps.

Logo na primeira tela do Apple Maps, se o usuário tirar todo o zoom do mapa, o planeta Terra vira uma bola de alumínio brilhante.

Um dos fatores mais criticados pelos usuários do Apple Maps é a lentidão na hora de carregar os dados.

Logo na primeira tela do Apple Maps, se o usuário tirar todo o zoom do mapa , o planeta Terra vira uma bola de alumínio brilhante

As fotos a seguir demonstram o que acontece quando o software emperra:

Um dos fatores mais criticados pelos usuários do Apple Maps é a lentidão na hora de carregar os dados.

Na tentativa de fazer uma rota simples até a Avenida Paulista, em São Paulo, o Apple Maps direcionou o caminho até o interior do estado de Goiás, no Centro-oeste do Brasil (imagem abaixo).

Na tentativa de fazer uma rota simples até a Avenida Paulista, em São Paulo, o Apple Maps direcionou o caminho até o interior do estado de Goiá

Quando a mesma solicitação é feita no Google Maps, do sistema operacional iOS5, ele cumpre a tarefa.

As duas imagens abaixo são da Catedral da Sé, em São Paulo.

À esquerda, com definição boa e nítida, uma imagem do Google Maps. À direita, com definição muito ruim, o Apple Maps.

À esquerda, com definição boa e nítida, uma imagem do Google Maps. À direita, com definição muito ruim, o Apple Maps.

Na comparação entre os mapas no modo padrão, os ícones da Apple parecem ter sumido. Principalmente aqueles que indicam a entrada do metrô mais próximo. Isso sem falar que raramente aparecem setas indicando qual o sentido da rua no software da Apple.

À esquerda, o Google Maps. À direita, o Apple Maps.

Na comparação entre os mapas no modo padrão, os ícones da Apple parecem ter sumido.

No estilo “hibrido”, em que os softwares misturam mapas e fotos de satélite, os ícones também não aparecem no Apple Maps.

À esquerda, o Google Maps. À direita, o Apple Maps.

No estilo "hibrido", em que os softwares misturam mapas e fotos de satélite, os ícones também não dão aparecem no Apple Maps.

O modo 3D do Apple Maps adiciona um certo estilo e até um pouco de diversão, mas o recurso também pode fazer coisas inusitadas: retorcer o estádio do Pacaembu, por exemplo. Veja abaixo:

O modo 3D do Apple Maps adiciona um certo estilo e até um pouco de diversão, mas o recurso também pode fazer coisas inusitadas: retorcer o estádio do Pacaembu, por exemplo

A imagem a seguir exibe o nome de um parque, que mudou em 1976…

A imagem exibe o nome de um parque, que mudou em 1976

Nessa imagem, o efeito 3D não deu certo, e as pontes se juntaram com as ruas, formando um efeito estranho:

Nessa imagem, o efeito 3D não deu certo, e as pontes se juntaram com as ruas, formando um efeito estranho

Apesar das muitas falhas, o Apple Maps também pisa na bola quando divulga informações corretas. O governo de Taiwan pediu que a Apple “camuflasse” a imagem de uma base secreta de US$ 1,4 bilhão, construída recentemente no país. David Lo, porta-voz do Ministério da Defesa de Taiwan, afirmou que a Apple deveria seguir o exemplo do rival Google e adotar imagens de satélite de baixa resolução em áreas como esta.

Apple maps falha ao esconder base militar

Segundo a agência de notícias AP, a base que fica em Hsinchu tem dez andares e pode detectar mísseis (a imagem acima mostra apenas a cidade, não a base).

Deixe seu Comentário