Ao escrever um e-mail, aprenda a captar padrões de comportamento

A coisa mais importante que você pode fazer ao abrir um e-mail é aprender a captar padrões de comportamento.

Por exemplo: aquela mensagem costuma se repetir?

Você sempre a responde mais ou menos do mesmo jeito?

Então ela tem um padrão. E, portanto, pode ser automatizada.

Considere analisar padrões como sua prioridade.

Depois, essa atividade vira hábito e diversão.

Logo você vai agir como Sherlock Holmes, Dr. House ou o sujeito do Mentalist: eles conhecem tantos padrões que parecem ser gênios da dedução.

Assim que for um ninja dos padrões, você conseguirá aplicar processos de automação: regras, labels, criar documentos de texto para responder a questões repetitivas etc.

Deixe seu Comentário