Update da Apple congela iPhone desbloqueado e também afeta aparelhos sem modificação

A Apple revelou o update 1.1.1 que traz atualizações de segurança, mas congela iPhones desbloqueados.
O software de atualização está disponível no site da Apple desde a noite de quinta-feira, 27 de setembro.

Segundo a Apple, o update traz várias atualizações de segurança e uma nova ferramenta que permite obter músicas da loja iTunes.

Como a Apple já havia alertado anteriormente, o update não funciona corretamente em iPhones desbloqueados e congela as funções telefônicas do aparelho, que fica disponível apenas para funcionalidades que não usam a rede móvel, como ouvir músicas, ver fotos e rodar vídeos.


Em comunicado, a Apple afirmou que o update poderia “inutilizar permanentemente” iPhones desbloqueados.

O serviço Gizmodo.com afirma que instalou o update em dois iPhones desbloqueados. Em ambos os casos, os telefones pararam de funcionar corretamente e não mais efetuaram chamadas, mesmo com o chip da AT&T.

Hackers de vários grupos, como o iPhone Dev, afirmam que já trabalham no update 1.1.1 e esperam, em breve, liberar a atualização livre de códigos que bloqueiem os telefones.
Os hackers também prometem um aplicativo para “restaurar” iPhones desbloqueados. Assim, quem desistir de ter o telefone desbloqueado, pode fazer o aparelho voltar às suas configurações originais.

O grande problema da Apple é que o código para detonar os iPhones desbloqueados também afeta aparelhos sem modificação. Isso vem revoltando os usuários e gerando controvérsia entre os consumidores da Apple.

Como a própria fabricante já havia alertado, a atualização traria, além de novas características e atualizações de segurança, códigos que bloqueiam funções de iPhones desbloqueados.

O objetivo básico da Apple é conter a onda de desbloqueio de seus telefones. A controvérsia ocorre porque usuários que não desbloquearam seus aparelhos também reportaram problemas com seus telefones.

Em serviços como Gizmodo e Twitter, usuários do iPhone que não fizeram nenhuma modificação para livrar-se do chip da AT&T, reportaram diversos problemas após instalar o update da Apple. Entre as queixas estão casos de usuários que perderam dados gravados na memória do telefone até usuários que viram seu telefone deixar de funcionar totalmente.

A Apple não se manifestou sobre os problemas, mas em tese usuários que não fizeram o desbloqueio do telefone estão cobertos por um termo de garantia.

Nos blogs, sites e comunidades que repercutem os problemas com o iPhone, os usuários agora se referem ao aparelho como “iBrick”, tão útil quanto um tijolo

Deixe seu Comentário