Suprema Corte dos EUA quer proibir games violentos

A Suprema Corte dos EUA vai avaliar se a Califórnia e outros seis estados podem proibir a venda de jogos violentos para menores, informa o jornal “Los Angeles Times”.

Os games proibidos são aqueles que mostram imagem de humanos sendo desfigurados, mortos ou violentados sexualmente.

A lei está atualmente suspensa, uma vez que, segundo os produtores, fere o direito de livre expressão.

No entanto, a Suprema Corte trabalha com a hipótese de declarar a lei constitucional.

A regra foi anulada em 2009, mas o estado da Califórnia, representado pelo governador Arnold Schwarzenegger, resolveu apelar para o órgão máximo da justiça americana.

Deixe seu Comentário