Soldados norte-americanos poderão usar Twitter e Facebook

A medida tem a intenção de facilitar o contato dos militares com suas famílias.

Por Jacqueline Lafloufa

O Pentágono anunciou na última semana que os militares norte-americanos poderão fazer uso de redes sociais, revogando as antigas proibições de acesso aos serviços por parte dos soldados do país.

Durante o governo de George W. Bush, algumas unidades das forças armadas, como os fuzileiros navais, eram proibidas de acessar redes sociais. O elevado uso de banda, além da possibilidade de comunicação sem filtragem eram questões de segurança que preocupavam os militares, explica o site TG Daily.

Com a nova decisão de permitir o uso de mídias sociais como Twitter e Facebook pelos militares, o governo norte-americano espera facilitar a comunicação dos soldados com suas famílias. ?Temos que tirar vantagem dessas capacidades do fenômeno da Web 2.0?, disse David Wennergren, secretário adjunto de defesa para a tecnologia da informação, conforme informações do site TechRadar.

No entanto, segundo o site eWeek, o mau uso das liberdades de acesso em sites de redes sociais pode levar a punições. ?Comandantes de todos os níveis irão repudiar atividades maliciosas nas redes de informação militares, bem como o acesso a sites de conteúdo proibido (como, por exemplo, apostas ou pornografia), e tomarão imediatamente as atitudes e medidas necessárias (como a limitação temporária do acesso à internet para preservar a segurança das operações ou limitar a banda de acesso à rede)?, frisa o memorando do subsecretário de Defesa William J. Lynn III.

O Pentágono também afirma que irá realizar treinamentos sobre como usar as redes sociais de forma eficaz, além de dar explicações aos militares sobre o que pode e o que não pode ser compartilhado na rede.

Deixe seu Comentário