Removendo Internet Explorer e Outlook Express com o nLite

Com o nLite você pode remover coisas como a Central de Segurança, os sons do Windows, as músicas de exemplo que ficam na pasta “Minhas músicas”, alguns serviços do Windows, o assistente de limpeza de disco, etc.

Cuidado ao remover o Internet Explorer; se quiser mesmo, é recomendável removê-lo, mas não o núcleo.

Se você remover o núcleo do IE, diversos programas que usam a interface de visualização HTML do Windows deixarão de funcionar – incluindo a ativação do Windows, a ajuda em HTML, a ajuda do Windows, etc.

Outlook Express
Se você remover o Outlook Express, perderá o suporte a MHT, aquele formato de arquivo onde o IE salva num único arquivo uma página da web com imagens e todo o conteúdo dela.

Arquivos .MHT são meros arquivos .EML do Outlook, só que com a extensão .MHT – não passam de uma mensagem de e-mail com anexos, sem remetente.

Renomeie um arquivo .MHT para .EML e abra no Outlook Express, ou melhor: num editor de textos puro… Ou, renomeie um arquivo .EML para .MHT e abra no IE. Se você remover o núcleo do IE para testar, o Windows ficará bem leve e menos chato mas depois não conseguirá instalar o IE a partir do instalador padrão, nem o 6, nem o 7.

Enfim, depois de marcar tudo aquilo que você odeia ou quer tirar do seu Windows, avance a tela.

Aparecerá uma nova tela com duas abas onde você pode definir algumas outras opções, e configurar a inicialização de alguns serviços. Veja:

Opções diversas no nLite

Deixe como preferir, SEMPRE LENDO o que está fazendo, e avance.

Você irá para a tela de modificações:

< Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Próxima >

Nenhuma Resposta

  1. Pingback: Crie um CD de instalação do Windows personalizado 27 de fevereiro de 2009
  2. Pingback: Criando CD de instalação do Windows com o nLite 27 de fevereiro de 2009
  3. Pingback: Desativando componentes do Windows com o nLite 27 de fevereiro de 2009

Deixe seu Comentário