Refrigerando o PC com líquido

Se você pensa em refrigerar seu computador com água, saiba que o sistema de refrigeração a líquido para PC é muito parecido com um sistema de refrigeração de um automóvel.

Igual ao veículo o líquido refrigerante flui através de canais no bloco do motor do carro e o restante do sistema de refrigeração inclui:

• uma bomba que move o líquido refrigerador através do sistema

• um radiador que dissipa o calor no ar

• uma ventoinha que move o ar sobre o radiador

• um reservatório do líquido refrigerador que retém o fluido extra e permite a fácil adição de líquido refrigerador

mangueiras que se conectam a diferentes partes do sistema

Refrigerando o PC com líquido
Esses blocos de água podem refrigerar uma GPU,
uma CPU e uma north bridge

Muitos componentes eletrônicos não toleram contato direto com o líquido. Assim, em vez de usar canais para bombear o líquido diretamente através dos microchips como em um motor de carro, um PC refrigerado a líquido usa blocos de água.

Um bloco de água é uma peça de metal condutor de calor, como cobre ou alumínio, preenchido com tubos e canais ocos. A parte inferior do bloco de água é uma peça de metal reta que se assenta diretamente no topo do chip que está sendo refrigerado.

A pasta térmica entre o chip e o bloco melhora a transferência de calor entre as duas superfícies. O chip aquece o bloco e a água absorve o calor à medida que flui através de todos os canais.

Muitos blocos de água da unidade central de processamento (CPU) são universais, mas alguns blocos de água da unidade de processamento gráfico (GPU) funcionam apenas com chips específicos. Você também pode encontrar blocos de água projetados para resfriar outros conjuntos de chips de alta temperatura, como a north bridge que conecta a CPU à memória. Geralmente, pequenos parafusos e anilhas fixam o bloco de água à placa de circuito impresso (PCB) necessária, como a placa-mãe ou a placa de vídeo.

O restante dos componentes de um sistema de refrigeração a líquido é muito parecido com aqueles encontrados em um sistema de refrigeração de um automóvel. A maioria dos PCs refrigerados a líquido possuem:

  • uma bomba
  • um radiador
  • uma ventoinha
  • um reservatório para o líquido refrigerador
  • tubulação

Geralmente a bomba é centrífuga, muito parecida com as encontradas no sistema de refrigeração de um automóvel. Algumas bombas de refrigeração a líquido são submersíveis e você pode colocá-las diretamente dentro do reservatório do líquido refrigerador. Outras precisam ser mantidas secas. Se você está pensando em usar uma bomba submersível, certifique-se de que a parte externa não esquente o bastante para aquecer todo o fluido no reservatório.

A bomba é uma das partes mais importantes do sistema. A sua vazão determina o quão rapidamente o líquido refrigerante se move através dos tubos e blocos. Se a água se move muito rapidamente, ela não tem tempo de absorver o calor antes de prosseguir. Se ela se move muito vagarosamente, calor em excesso pode se acumular ao redor de componentes sensíveis. A complexidade do sistema afeta a vazão geral: quanto mais resistência o fluido encontrar dentro dos blocos e do radiador, mais lenta será a vazão geral.

A bomba também deve ser forte o suficiente para mover o líquido desde o ponto mais baixo até o ponto mais alto do sistema. Isso é conhecido como pressão principal ou pressão vertical e é especialmente importante quando o líquido refrigera torres de servidores altas.

Bomba para um PC refrigerado a líquido
Bomba para um PC refrigerado a líquido

O radiador do sistema pode ser projetado especificamente para sistemas de refrigeração a líquido ou ele pode ser o núcleo do aquecedor de um carro.

Os núcleos dos aquecedores dissipam muito calor (são eles que fornecem o ar quente para o sistema de aquecimento de um automóvel no inverno). Porém, normalmente eles não são tão atraentes quanto os radiadores projetados para serem usados com um sistema de refrigeração a líquido.

Nem todo sistema de refrigeração a líquido tem uma ventoinha, mas a maioria usa uma para ajudar o radiador a dissipar o calor mais rapidamente. Da mesma forma, nem todo sistema tem um reservatório separado.

Uma Resposta

  1. magno medeiro 22 de fevereiro de 2013
  2. Pingback: Como é um PC refrigerado a água? 23 de dezembro de 2010

Deixe seu Comentário