Orkut para empresas. Ainda vale a pena?

Até bem pouco tempo no Brasil o Orkut ainda era líder entre as redes mais acessadas, porém o Facebook é a maior rede do mundo.

E agora, onde minha empresa deve estar?

Apesar de algumas teorias apontarem o fim do Orkut, a rede ainda tem bastante público no Brasil, são quase 34 milhões de brasileiros cadastrados.

Se tem tanta gente assim,  então eu tenho que estar lá, certo? Não, você tem que analisar se desses 34 milhões de usuários, também estão aqueles que sua empresa pretende atingir.

Separei alguns itens básicos que devem ser levados em consideração na hora de escolher entre estar ou não no Orkut.

Não preciso estar no Orkut

1. Se sua comunicação é B2B, de empresas para empresas, o Orkut pode não ser uma boa ideia, pois a maior parte desse público não participa da rede. Talvez seja melhor tentar outro site como Facebook ou Linked in.

2. Não há nenhuma comunidade ou tópicos que falam sobre seu setor de atuação. Isso significa que assuntos relacionados a sua marca não são discutidos nessa rede, é melhor continuar buscando por outras.

3. Uma das dificuldades do Orkut é não contar com muitos aplicativos ou plugins que facilitam a atualização e personalização da página, como o Facebook e o Twitter. Para a empresa estar no Orkut, é necessário tempo para acessar a rede, buscar comunidades, interagir com outros perfis, participar e moderar discussões.  Se sua empresa não disponibiliza desse tempo, é melhor não entrar do que deixar um perfil ou comunidade abandonados.

4. Se seu principal objetivo é promoção e não relacionamento. É claro que você pode usar o Orkut para promover sua marca, porém uma das principais funções da rede é o relacionamento, tanto entre perfis quanto por meio das discussões em comunidades.

Você pode estar no Orkut

1. O Orkut é bastante indicado quando já há comunidades ou discussões a respeito da sua marca, seu mercado ou produto na rede, só é necessário saber como aproveitar essas oportunidades.

2. Se seu público-alvo são jovens entre 15 e 24 anos, eles fazem parte da maioria dos usuários do Orkut, talvez seja uma boa oportunidade para falar diretamente com eles. De acordo com o ComScore, essa faixa etária está diminuindo cada vez mais.

3. Ainda falando sobre o público da rede, apesar do Sudeste ter mais usuários cadastrados, são os nordestinos que passam o maior tempo na rede, cerca de 26 horas. Então, se pretende fazer alguma ação mais regional focada no Nordeste, o Orkut pode ser uma boa ideia.

4. Se sua empresa busca relacionamento, o Orkut pode ser usado como ferramenta. O site conta com diversos itens que permitem uma grande interação, principalmente por meio de comunidades, que inclusive, podem servir como um termômetro para verificar se sua empresa tem espaço na rede. Verifique se comunidades relacionadas a sua marca ou setor de atuação são movimentadas, se há discussões ou compartilhamento de informações, assim já poderá ter uma ideia se há ou não espaço para você no Orkut.

Coloquei apenas algumas situações mais gerais, algumas vezes, a maior parte do seu público pode não estar no Orkut, mas você consegue planejar uma ação para uma pequena parcela desses usuários e conseguir algum retorno. O monitoramento antes de qualquer ação é essencial.

Se tiverem mais dicas para a empresa estar ou não no Orkut, compartilhe com a gente!

Por Laís Maciel

Deixe seu Comentário