Orçamento Doméstico: Como controlar os gastos?

Ter o orçamento mensal sob controle é o desejo de muita gente, principalmente aquelas que almejam adquirir bens sem perder a noção das dívidas.

Hoje trazemos dicas para você usufruir sabiamente do seu dinheiro.

“Estou no vermelho” ou o “o saldo está negativo” são frases comuns ao final do mês. Equalizar as receitas com as inúmeras despesas de forma que a primeira se sobressaia com relação à segunda é quase uma arte quando se trata do orçamento doméstico.

A organização, precaução e controle são vitais para passar por esta fase de forma positiva.

A primeira tarefa para você organizar o seu orçamento doméstico é listar as despesas. O grande desafio para evitar surpresas no final é reduzir o máximo possível a diferença entre o estimado inicialmente e o realmente gasto. A prática ajudará a conhecer melhor os seus gastos e orçá-los com precisão.

Culpar o carro quebrado, o aumento no condomínio ou outras despesas inesperadas não costuma resolver. Em vez de reclamar do imprevisto, a melhor saída é tratá-lo como algo previsto e fazer um esforço para deixar uma reserva na conta.

Quando o dinheirinho extra de final do ano cai na conta, nada de esbanjar em compras. Não se esqueça que em Janeiro há um acúmulo de impostos, além da compra de material escolar.

Se a corda estiver no pescoço e não tiver escapatória para fugir das dívidas, escolha aquelas com juros mais altos para pagar em primeiro lugar. Em vez de tentar quitar todas as dívidas ao mesmo tempo, o melhor é aos poucos tirar uma por uma da sua lista. O alívio é imediato.

E se o dinheiro começar a sobrar? Pense como um investidor busque as possibilidades de investimento e lucre bastante! Sempre com as contas sob controle, é claro!

Deixe seu Comentário