O futuro do rádio via satélite

O que o futuro reserva para a Sirius e a XM? Não está muito claro se alguma das duas vai se sair vencedora no mercado de satélites, mas especialistas dizem que o negócio tende a crescer nos próximos anos.

A maior área de crescimento para empresas de rádio via satélite é a de compradores de carros novos.

O grande obstáculo para o rádio via satélite talvez seja o iPod e outros dispositivos pessoais de música, que permitem que o consumidor faça download e carregue consigo milhares de músicas a qualquer lugar.

A XM reagiu com o lançamento do receptor de satélite pessoal MyFi, que pode armazenar até cinco horas de música. O modelo portátil da Sirius, o XACT Stream Jockey, não se adapta ao mercado dos portáteis. Ao mesmo tempo em que ele é um receptor portátil, é muito grande para competir com os portáteis de bolso. O presidente da Sirius, Mel Karmazin, conversou com o presidente da Apple, Steve Jobs, em 2005, sobre a adição do serviço de satélite no iPod, mas Steve Jobs disse não estar interessado. Mesmo assim, a Sirius não desistiu e deve passar a produzir receptores portáteis .

O rádio via satélite substituirá a sua rádio FM favorita?
Apesar da sua crescente popularidade, isto não é provável, dizem os especialistas. O rádio tradicional ainda atrai mais de 200 milhões de ouvintes, 50 vezes mais do que a base atual dos assinantes de rádio via satélite. A probabilidade é que o serviço de satélite complemente a rádio aberta, assim como a tv a cabo complementa as redes de televisão abertas.

3 Comments

  1. Saulo Petrin 15 de maio de 2011
  2. ronaldo 19 de janeiro de 2011
    • Lanflander 24 de junho de 2011

Deixe seu Comentário