Música alta demais pode prejudicar audição

É comum encontrar alguém na rua usando fones de ouvido. O acessório, que se popularizou com os tocadores portáteis e celulares, tornou-se item de primeira necessidade para os fãs de música.

No entanto, é preciso atenção, pois seu uso incorreto pode causar danos à audição.

Apesar de não ser raro cruzar com pessoas ouvindo música muito alta – a ponto de o som escapar do fone -, esse exagero no volume é a principal “derrapada” dos usuários.

A maioria dos gadgets do mercado possui potência máxima de 90 a 120 decibéis – o limite saudável, de acordo com o médico, é de 85 decibéis (veja abaixo tabela de referência).

Como o volume dos aparelhos é alto, a pessoa deve ouvir em 60% da altura disponível nos dispositivos.

Nóbrega ainda salienta que os fones de ouvido por inserção, chamados de intra-auriculares, são mais prejudiciais do que outros modelos.

O uso de fones por inserção não é recomendado, porque o contato do aparelho com o canal do ouvido aumenta em até três vezes a intensidade do som, causando mais impacto na audição. O ideal é utilizar os produtos em formato de concha.

Fones de ouvido por inserção, como da imagem, podem causar retenção de cera e até eventuais inflamações.A inserção do fone de ouvido pode machucar o canal, causar retenção de cera e até eventuais inflamações.

Outro hábito prejudicial dos usuários, citado pelos especialistas, é utilizar os fones para encobrir o barulho de locais ruidosos, como o metrô.

O som desse tipo de transporte atinge picos de até 110 decibéis, fazendo com que o usuário apele para uma música ainda mais alta. Nesse caso, uma boa opção é utilizar gadgets que possuem isolamento de ruídos. Assim, o usuário pode ouvir música em volumes mais baixos.

Utilizar o produto durante grandes períodos também pode causar danos ao sistema auditivo. O ideal, de acordo com os médicos, é abaixar o volume em caso de exposição prolongada.

Um áudio de 85 decibéis pode ser ouvido por até 8 horas. Já 110 decibéis são saudáveis por apenas 30 minutos.

Os maus hábitos podem causar zumbidos, chiados, tontura, dificuldade de entendimento da fala e diminuição na capacidade de ouvir. O maior problema, segundo os médicos, é que a pessoa pode estar perdendo a audição e não perceber.

A recomendação é que todo usuário frequente de fones de ouvido procure um médico para prevenir possíveis lesões, pois elas são irreversíveis.

CUIDADOS AO USAR FONES DE OUVIDO

– Usar até 60% da potência do volume
– Abaixar o volume em caso de longa exposição
– Utilizar acessórios com cancelamento de ruído em ambientes barulhentos, como o metrô
– Em caso de uso frequente de fones de ouvido, procurar um médico para evitar lesões

Fone-De-Ouvido-pode-prejudicar-a-audicao

Deixe seu Comentário