Motorola apresenta o smartphone Droid Maxx

A Motorola anunciou três novos smartphones com Android, entre os quais o que se destaca é o Droid Maxx, cuja bateria dura 48 horas de uso “típico”, segundo a companhia.

Esse e os outros dois aparelhos (Droid Ultra e Droid Mini) chegam ao mercado americano no dia 20 de agosto.

A fabricante, que pertence ao Google, já está fazendo a pré-venda dos aparelhos por US$ 100 (Droid Mini), US$ 200 (Droid Ultra) e US$ 300 (Droid Maxx) com contrato de dois anos pela Verizon.

No Brasil, assim como em outros países da América Latina e da Europa, os aparelhos da linha Droid não chegam com tal denominação. O primeiro Droid, por exemplo, foi chamado de Milestone fora dos EUA.

Os três dispositivos têm carcaça revestida com kevlar, material de alta resistência a abrasões e que é empregado na parte traseira de outros celulares da marca, como o Razr i e o Razr HD.

A Motorola tem em seu histórico de lançamentos outros smartphones com a nomeação Maxx, que indica a bateria de capacidade, como o Razr Maxx HD.

A capacidade da bateria do novo Droid Maxx é de 3.500 mAh, segundo informações conseguidas pelo site “Engadget”, superior aos 3.300 mAh do Razr Maxx HD, apesar da espessura 9% menor (segundo a Motorola).

O novo aparelho tem processador de dois núcleos e clock de 1,7 GHz, tem 2 Gbytes de RAM e 32 Gbytes de memória interna, com a versão 4.2 (Jelly Bean) do Android.

O peso é de cerca de 142 gramas, superior aos 112 g do iPhone 5 e aos 130 g do Galaxy S 4, mas inferior aos 158 g do Lumia 1020 e dos 157 g do Maxx HD.

Motorola-Droid-Razr-Maxx

Deixe seu Comentário