Microsoft desiste do smartphone Kin

A Microsoft confirmou o cancelamento do projeto Kin, com os smartphones Kin One e Kin Two.

A empresa decidiu focar exclusivamente no Windows Phone 7 e a equipe do projeto Kin foi transferida para a equipe do Phone 7.

A Microsoft não confirma, mas algumas fontes garantem que foram vendidos apenas 500 aparelhos, mesmo com a redução dos preços dos dois modelos.

Muitos foram os motivos considerados para o fracasso do smartphone. Desde o sistema operacional – que seria um híbrido do Windows Mobile e do Windows Phone 7 – até a inexistência de uma loja de aplicativos, podem ser razões para o baixíssimo número de vendas.
Microsoft desiste do smartphone KinAs diferenças começam no tamanho:

o One era menor, compacto, ideal para levar no bolso e atualizar com uma só mão. Já o Two tinha tela maior, mais memória e era capaz de gravar vídeos de alta resolução.

O aparelho tem uma conturbada história: desde os rumores de seu lançamento, a alteração do nome Pink, vários vazamentos de informações até seu primeiro cancelamento e volta do projeto. Parece mesmo que o Kin estava fadado ao fracasso.

No último final de semana, a Verizon – operadora do aparelho nos EUA – havia baixado os preços dos dois modelos, com o Kin One chegando a R$ 50 e o Kin Two a R$ 90, inacreditáveis para o mercado brasileiro. A Microsoft nem esperou os resultados desta medida.

Deixe seu Comentário