LevelOne WBR-3600 é meio roteador, meio modem

por Marco Aurélio Zanni

O jeito mais fácil de compartilhar uma conexão banda larga ADSL em casa é usar um roteador que também tenha função de modem, como o WBR-3600, da Level One.

Primeiro, porque toda a configuração fica dentro de uma caixinha só, aí você não precisa acessar duas interfaces diferentes para configurar em alguma coisa. Segundo, porque isso garante alguns fios a menos jogados atrás da mesa. Terceiro, porque ele é mais bonitinho que a maioria dos modems quadradões e, no fim das contas, sai por um preço parecido: cerca de 250 reais.

Nos testes do INFOLAB, foi fácil colocar o equipamento para funcionar com o Speedy. A interface de configuração pela web é bem simples, mas lenta. Todos os controles ficam acessíveis, mas quem não entende nada de rede acaba demorando um pouco para se virar. O ideal seria ter um wizard decente para ativar os recursos básicos de segurança e compartilhamento.

A velocidade de transferência não foi nada espetacular – ficou em 17,3 Mbps, a média de outros roteadores 802.11g já avaliados. Seu ponto forte mesmo é o alcance. A 30 metros dele, num ambiente de escritório com divisórias, conseguimos navegar tranqüilamente com potência de sinal em 99%. Quando subimos um andar no prédio com um notebook na mão, o teto acabou dificultando a conexão e deixou a navegação mais lenta.

O WBR-3600 vai na onda dos roteadores cheios de graça no design. Esse preto brilhante com detalhes em laranja dá um estilo elegante e moderno ao produto. Dá pra notar o capricho nos detalhes, pois nem a antena é aquela padrão feiosa. Com uma base, é possível colocar o produto de pé e melhorar sua posição, para não prejudicar o sinal. Fica faltando só um furo para fixação do equipamento na parede.

Além da beleza e da praticidade, o aparelho se destaca, ainda, por alguns bons recursos de compartilhamento e segurança. Ele tem um sistema simples de priorização de tráfego (QoS), pelo qual você consegue limitar a banda de download ou upload de determinadas máquinas ou dividir o link igualmente entre todos os micros da rede. Também é possível controlar os aplicativos aos quais cada usuário terá acesso, limitando a fritação de torrent, por exemplo.

O roteador suporta os modos de criptografia WEP, WPA-PSK e WPA2-PSK, que são quase padrão. Tem, ainda, funções úteis como a possibilidade de criar uma ponte para rede virtual privada (VPN) e o firewall com tradução de endereços de rede e inspeção de pacote de dados. Isso ajuda na hora de bloquear um arquivo nocivo enviado para você sem permissão.

Veja o vídeo de configuração do WBR-3600:

Compare preços do WBR-3600 | Veja onde encontrar | Compre online

4 Comments

  1. CLEVERTON 5 de setembro de 2009
    • Alexandre 24 de julho de 2010
      • Eduardo Tetera 24 de julho de 2010
        • adenilton 8 de janeiro de 2011

Deixe seu Comentário