História do Dia dos Namorados

O Dia dos Namorados (ou Dia de São Valentim) tem sua origem na Roma antiga, onde o imperador Caldeus II proibira a ocorrência de casamentos, pois acreditava que deixando de se casar a maioria dos jovens passariam a se alistar no exército.

Contudo, um bispo chamado Valentim não seguiu a ordem do imperador e continuou a realizar casamentos em segredo.

Sua prática foi descoberta e o ele preso e condenado a morte.

Durante seu período na prisão, muitos jovens atiravam flores e mensagens em sua cela, onde diziam ainda acreditar no amor.

A filha de um dos carcereiros era uma das jovens que lançavam bilhetes e flores à cela do bispo, uma moça cega, conseguiu a chance de visitá-lo na prisão e os dois se apaixonaram. Conta a história que a moça, após o ocorrido, voltou a enxergar e que o bispo chegou a lhe escrever uma carta de amor, em que assinou “de seu Valentim”, expressão que ainda é usada hoje em dia por amantes do mundo todo.

Valentim acabou decapitado em 14 de fevereiro de 207 d.C., data em que até hoje, na maioria dos países, é celebrado o Dia dos Namorados. No Brasil a data é celebrada no dia 12 de junho, véspera do Dia de Santo Antônio, o santo casamenteiro.

Nenhuma Resposta

  1. Pingback: Gerador de Cartas de Amor 12 de junho de 2009

Deixe seu Comentário