Google reage à condenação de executivos na Itália

Medida ameaça os princípios de liberdade da internet, diz empresa

O Google reagiu rapidamente à condenação de três de seus executivos na Itália. Em comunicado no blog da empresa (em inglês), o Google afirma que o fato ameaça os princípios de liberdade da internet e que vai recorrer da decisão da Justiça italiana.

O motivo da condenação foi um vídeo publicado no YouTube no final de 2006 por estudantes de uma escola de Turim. Nele, alguns garotos faziam brincadeiras de mau gosto com um menino com síndrome de Down.

A Justiça italiana considerou que três executivos do Google – David Drummond, Peter Fleischer e George Reyes – tinham responsabilidade pela publicação do vídeo e violaram as leis do país. Por isso, foram condenados.

No comunicado, o Google observa que os executivos não tiveram qualquer participação na filmagem ou na publicação do vídeo. A empresa afirma ainda que removeu o clipe, publicado no final de 2006, assim que foi notificada pelas autoridades italianas.

Na prática, nenhum dos executivos do Google corre risco de prisão por enquanto, já que não moram na Itália e responderão em liberdade até que todos os recursos sejam julgados.

Continue lendo »

Deixe seu Comentário