Google coloca Talk dentro do Gmail


O Google anunciou um novo recurso que integra seu comunicador instantâneo Google Talk ao Gmail.
Batizado de Gmail Chat, a novidade reproduz a janela principal do Google Talk logo abaixo da lista de pastas do serviço de e-mail. Não é necessária a instalação de nenhum programa adicional.

A partir dessa janela, é possível executar quase todas as funções do comunicador instantâneo, como ver quais dos amigos estão online, conversar com eles por texto, adicionar novos contatos, e alterar o próprio status online. As conversas por voz do Google Talk não funcionarão com essa versão web.
Será possível também arquivar o conteúdo de todas as conversas, que são feitas em uma janela própria, dentro da interface do próprio GMail.

O Gmail Chat pode ser liberado ainda nesta semana. Por enquanto, apenas a versão em inglês do GMail apresentará o novo recurso. Ele funciona com Mozilla Firefox (1.0 e posteriores) e com o Internet Explorer (6.0 e posteriores). O suporte a outros navegadores deve ser oferecido no futuro.

O Google também anunciou que seu comunicador instantâneo Google Talk já é capaz de trocar mensagens com outros comunicadores que adotem o protocolo de comunicação aberta XMPP.
Apesar da alvissareira, a medida tem pouco impacto na prática. Poucos comunicadores instantâneos adotam o XMPP, sendo o Jabber, que no Brasil tem uma participação praticamente nula, o mais conhecido deles.

Por ocasião da compra de 5% da AOL por US$ 1 bilhão, oficializado no dia 21 d dezembro, as duas companhias comentaram sobre a possibilidade de se integrar o Google Talk aos programas de comunicação instantânea da AOL (AIM, ICQ e o navegador da AOL), que juntos formam a maior comunidade de mensagem instantânea do mundo. Entretanto, até o presente momento, não foi anunciada nenhuma evolução nesse sentido.

Em outubro, a MSN e o Yahoo! anunciaram que estavam trabalhando para que seus comunicadores instantâneos passem a se comunicar. Segundo comunicado no site do segundo, isso deve acontece ainda nesse semestre.

6 Comments

  1. Anônimo 2 de março de 2010
  2. hiury 11 de fevereiro de 2010
  3. Dalila 26 de janeiro de 2010
  4. gerlane 16 de dezembro de 2009
  5. larissa 8 de dezembro de 2009
    • ricardo 6 de agosto de 2010

Deixe seu Comentário