‘Dicas de ouro’ para fotos com celular

Paciência: a afobação para registrar tudo instantaneamente pode comprometer o resultado.

Observe o ambiente para ver o melhor enquadramento e faça o foco no objeto ou pessoa que quer destacar.

Foco: às vezes o motivo de foto está no primeiro plano (na frente) e a câmera pode focar automaticamente no fundo. Para evitar isso, faça o foco com antecedência. Através do foco, a câmera do celular também mede a luz – e tenta “compensar” as partes mais escuras.

Assim, pode-se obter um resultado melhor focando em um ponto intermediário, nem tão claro e nem tão escuro.

Para celulares em que é preciso apertar um botão para fotografar, como nas máquinas fotográficas, dê um “meio clique” (não clique até o fim), para fazer o foco. Só clique até o fim quando o motivo da foto estiver passando pelo ponto onde você fez o foco.

Flash: use somente quando necessário. Em um ambiente muito escuro, como a balada, ele pode deixar rostos muito brancos. Um truque é usar fita adesiva fosca sobre o flash, o que diminui o “branco”.

Mesmo com o flash, foque em um ponto menos escuro ou leve a pessoa para perto de um foco de luz que ajude a iluminá-la.

Zoom: ele diminui a qualidade da foto (por isso às vezes uma imagem postada no álbum do Facebook, por exemplo, fica granulada) e deixa a câmera mais sensível a qualquer mexida, o que resulta em imagem “tremida”.

Apoio: sobretudo para fotos em ambientes mais escuros (balada, ‘hora do parabéns’, paisagem noturna), qualquer movimento com a câmera pode “borrar” a imagem. Um tripé portátil é um bom investimento. Ou então procure apoio para o celular e para os braços em muretas, mesas etc.

Na foto à esq., o foco foi feito na água, 'estourando' o céu; à dir., foco no céu deixou a imagem mais equilibrada (Foto: Luciana de Oliveira/G1)

Na foto à esq., o foco foi feito na água, ‘estourando’ o céu;
à dir., foco no céu deixou a imagem mais equilibrada
(Foto: Luciana de Oliveira/G1)

Qualidade da imagem: utilize sempre a resolução máxima, mesmo que isso signifique que menos imagens caberão na memória. Quando você quiser postá-las ou imprimi-las, não perderá a qualidade.

E, para envio de fotos, muitos celulares deixam você escolher o tamanho da imagem, podendo optar por uma menos pesada para o compartilhamento por e-mail ou em redes sociais, por exemplo, mas mantendo a original em alta qualidade no aparelho.

Dedo: é muito comum deixar o dedo na frente da pequena câmera do celular ao segurá-lo para a foto. Ou deixar o dedo perto do flash, o que pode fazer a luz rebater nele.

Cuide ainda para manter a câmera limpa.

Deixe seu Comentário