Conheça o DDA (Débito Direto Autorizado)

O código de barras foi inserido nos boletos de cobrança a partir da década de 90.

Isso permitiu que a compensação fosse realizada de forma eletrônica, sem o trânsito do documento físico pela compensação.

Mas o cliente continuou recebendo em casa ou na empresa os boletos em papel que substituem duplicatas, notas promissórias, letras de câmbio, recibos ou cheques.

A Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN) inovou no dia 19 de outubro de 2009 com o início das operações do Débito Direto Autorizado (DDA) – serviço eletrônico de apresentação de boletos, que facilita o controle de contas a pagar. O sistema não possui similares no mundo e, por isso, tem despertado o interesse do setor bancário de outros países. Já no primeiro dia de funcionamento mais de 1 milhão de correntistas já se cadastraram no serviço de Débito Direto Autorizado (DDA).

Como funciona o DDA – Débito Direto Autorizado

Vantagens e Desvantagens do DDA

Quanto eu pago pelo DDA?

Deixe seu Comentário