Conectando uma rede com sistemas operacionais diferentes

Esta é a 2ª parte da série “Montando uma rede com sistemas operacionais diferentes

Conectando a rede
Sua primeira dúvida ao montar uma rede pode ser: “com ou sem fio?”.
A não ser que você tenha sérias restrições de segurança, a resposta é: “os dois”.

Redes wireless são mais convenientes, permitindo que usuários de notebooks trabalhem em qualquer lugar do escritório.

Conexões com fio são a melhor escolha para PCs fixos e impressoras, pois são mais rápidas, mais seguras e mais fáceis de se configurar.

Antes de sair por aí e comprar o primeiro roteador wireless que encontrar, avalie com precisão quais são as suas necessidades de rede, além da topografia de seu escritório.

A fiação da rede cabeada já está no lugar? 
Se sim, ela chega a locais em que você quer conectar computadores e outros aparelhos à rede, como impressoras?

Cabos padrão Ethernet são bem baratos mas, para criar um ambiente organizado, profissional e livre de problemas de instalação, é conveniente contar com o serviço de um técnico. Mesmo que seu orçamento esteja apertado, faz sentido pelo menos desenhar um mapa mostrando onde seus aparelhos conectados e sem fio estarão.

Toda essa fiação tem que acabar em algum lugar – e geralmente o destino final pode ser um quartinho, onde os cabos se ligam a um roteador Ethernet. O roteador faz uma série de trabalhos importantes: fornece endereço de IP local aos computadores de sua rede (necessário para a comunicação entre as máquinas); coordenar conexões entre os endereços privados e servidores na Internet; e bloquear conexões indesejadas com um firewall. O roteador também pode incorporar um ponto de acesso sem fio.

Se a sua empresa é pequena – algo em torno de cinco pessoas – você pode se virar com um roteador sem fio barato. A maioria deles possui hub ethernet com fio, possuindo de três a cinco conexões, e alguns poucos oferecem oito portas – quanto mais, melhor para uma empresa que quer crescer. Caso necessite de conexões com fio adicionais, você pode comprar um switch Ethernet com 8 portas.

Ainda assim, até o roteador mais rápido pode dar sinais de lentidão quando hospedar dez ou mais usuários ativos, dependendo da demanda de banda de cada um. Como alternativa, você pode optar por um roteador com fio (com diversas portas, claro) e um ponto de acesso sem fio separado que os conecte.

Paredes, alvenaria, metal e outras estruturas podem interferir no sinal da rede sem fio, de forma que um roteador com fio aliado a um ponto de acesso wireless é uma boa opção caso o hub de sua rede esteja distante de seus “trabalhadores sem fio”.

Para aperfeiçoar o desempenho, posicione seu roteador ou ponto de acesso o mais perto possível das áreas de trabalho wireless. Atualizar-se para a tecnologia sem fio mais moderna – como o padrão 802.11n – também pode acelerar significativamente suas conexões sem fio.

Às vezes, resultados melhores aparecem quando se compra tudo de um só fabricante. Leia o manual antes de instalar o roteador e obedeça aos avisos urgentes de trocar sua senha padrão antes de se conectar.

Continua »

Nenhuma Resposta

Deixe seu Comentário