Condomínios com conexão wireless em toda as dependências

Condomínios com conexão à internet sem fio em toda a sua área.

Isso já foi um sonho, agora um movimento da construtora Gafisa em direção ao mercado de habitações populares está agitando as companhias de tecnologia.

A empresa anunciou um acordo com a Caixa Econômica Federal para construir 6 mil unidades habitacionais no País em parceria com a empreiteira Odebrecht. Juntas criaram uma nova marca, a Novo Bairro, e saíram em buscas de terrenos com mais de 1 milhão de metros quadrados nos arredores das grandes capitais.

Para o setor de construção, a notícia veio em boa hora, mas quem mais gostou dessa mudança do perfil da Gafisa são empresas de tecnologia com alcance no consumidor final. O projeto prevê a edificação de condomínios de até 200 casas com áreas reservadas para o comércio e a necessidade de uma infra-estrutura mínima de tecnologia, um item de consumo que já entrou na agenda das famílias mais pobres do Brasil.

Na prática a Gafisa poderá montra um grande consórcio para oferecer aos seus clientes acesso de baixo custo à internet ou mesmo programas coletivos de telefonia. O alvo são os clientes na faixa de até 10 salários mínimos.

Os projetos das unidades residenciais serão padronizados para garantir ganhos de escala. É nesse aspecto que os fornecedores de tecnologia apostam que podem influenciar a Gafisa e a Odebrecht a criar um modelo de infra-estrutura tecnológica para todas as 6 mil unidades previstas.

Quem é do mercado de construção civil sabe que qualquer custo adicional em projetos de baixa renda pode comprometer a venda do imóvel, mas as companhias de tecnologia estão dispostas a encontrar um modelo capaz, sustentável e próspero para todos os envolvidos na operação.

E ganha o usuário final: eu, você e muitos outros.

Deixe seu Comentário