Claro faz reciclagem de celulares

A Claro iniciou projeto para recolher celulares, acessórios e componentes de telefonia.

A operadora instalou urnas coletoras em 140 lojas da Claro espalhadas pelo Brasil.

Nas urnas, usuários podem depositar celulares antigos ou quebrados, baterias, carregadores e chips GSM.

Segundo a empresa, é possível depositar material de qualquer fabricante nas urnas.

A Claro afirma que, até o início do segundo semestre, vai oferecer urnas de reciclagem em 3,3 mil pontos, o que incluirá as lojas de revenda da operadora.

O material depositado será recolhido pela GM&C, empresa contratada pela Claro para processar o lixo eletrônico.

Equipamentos eletrônicos são ricos em vários tipos de metal pesado, como chumbo (usado para soldar chips) e cromo e mercúrio, usados em componentes de metal ou visores LCD.

Baterias em especial possuem forte presença de metais pesados que, se descartados na natureza, podem poluir o solo e a água. Além disso, o próprio plástico que compõe a maior parte do telefone é um material de difícil decomposição. Palmas para a Claro.

Deixe seu Comentário