18 recursos que o Windows deveria ter, mas não tem – Desktop Cube

Este é o 10º artigo da série “18 recursos que o Windows deveria ter, mas não tem“.

Desktop Cube

Disponibilidade: Linux, PC-BSD

Alguns dos nossos recursos favoritos podem não ser tão práticos, mas que são vistosos, não há dúvida. Tome como exemplo o Compiz Desktop Effects, do Linux.

Eu não diría que transformar suas áreas de trabalho em um cubo giratório, atear fogo à tela e fazer chover em seu desktop tenha algum valor primordial. Mas isso não quer dizer que esses recursos não sejam atrativos.

Com o lançamento do Ubuntu 7.10 Gutsy Gibbon em outubro de 2007, o Desktop Effects se tornou um recurso padrão do Ubuntu. Agora se você for usuário Ubuntu com uma placa gráfica compatível pode rodar seus cubos, fazer quicar suas janelas, e disparar uma série de outros atrativos para os olhos.

Os usuários invejosos de Windows queriam recursos semelhantes, e a Otaku Software respondeu. Mas a versão para Windows é mais modesta. O DeskSpace, da Otaku, permite que você transforme seu desktop em um cubo de quatro áreas de trabalho, tal como o do Linux. Você pode ajustar os níveis de transparência, a velocidade da rotação, e os efeitos de reflexão, e você pode até arrastar as janelas de aplicação de uma face a outra do cubo.

Mas é tudo que o DeskSpace pode fazer. E, ao contrário do Compiz, que é gratuito, o DeskSpace lhe pedirá US$ 20 depois dos 14 dias iniciais de teste.

Deixe seu Comentário