Vem aí os tablets da Microsoft

A Microsoft não deve lançar uma versão do Windows para tablets este ano.

Como reação contra a Apple e o Google de forma tardia, a empresa deve entrar no mercado das tabuletas digitais apenas em 2012.

O desafio é adaptar o Windows 7 para tablets ou ainda criar um novo sistema operacional compatível com telas maiores e sensíveis ao toque.

A companhia terá que correr atrás para tentar competir com a Apple que acaba de lançar o iPad 2, com uma nova versão do iOS e com a Google, que traz no Motorola Xoom seu novo sistema operacional para tablets, o Android Honeycomb.

O atraso da Microsoft para lançar uma versão adaptada do Windows para tablets dá ainda mais fôlego para que as concorrente reforcem sua posição no mercado, que recebe em 2011 mais dispositivos de diferentes fabricantes. O que fará com que a companhia dispute a preferência dos usuários com a terceira geração do iPad e versões posteriores de dispositivos baseados no sistema Android.

Em reação ao domínio do mercado pela Apple, a Microsoft afirmou em janeiro que iria fazer uma versão do seu software para microprocessadores da ARM Holdings PLC. A tecnologia da empresa é dominante em smartphones e tablets que rodam Android como o Galaxy Tab e o Xoom. A Motorola e a Samsung usaram chips ARM para fazer frente à primeira versão do iPad.

Atualmente, o sistema operacional da Microsoft tem uma fatia superior a 90% do mercado mundial de computadores e a Apple já detém a mesma fatia do mercado de tablets. Números que podem mudar com tantas novidades no setor.

Os testes com a nova plataforma Windows para tablets deve começar no final deste ano, com parceiros e clientes ainda não divulgados. A previsáo é de que os aparelhos com Windows chegem às lojas no período de volta às aulas, no início do ano que vem.

Deixe seu Comentário