Por que as empresas quebram?

Ninguém abre um negócio pensando que vai dar errado e que seu destino será a falência.

Todo micro e pequeno empresário que investe em seu negócio, o faz porque tem certeza de que terá sucesso.

Porém, muitas destas empresas não chegam ao primeiro ano de existência e acabam fechando à beira da falência.

Alguns fatores podem contribuir para que isso aconteça, principalmente quando o empreendedor é iniciante e não tem conhecimento necessário para abrir uma empresa sozinho, sem as informações precisas.

Vejamos os fatores que determinaram o sucesso ou fracasso de seu negócio:

Saber reter funcionários e valorizar o capital humano
Uma das maiores dificuldades de uma empresa é reter bons funcionários. Com outras ofertas de trabalho, acabam saindo. A idéia de contratar pessoas baratas não funciona, principalmente no que diz respeito a cargos de liderança. O barato sai caro. Para isso, o custo deste funcionário será alto mas, vale a pena.

Outra saída é capacitar todos colaboradores para que se tornem profissionais de alto nível. É importante que se tenha um facilitador para cada tipo de assunto na equipe, assim todos saberão um pouco de tudo e o conhecimento não será retido somente por um. Pagamentos de tributos de funcionários devem ser feitos dentro da legalidade sempre, algumas empresas erram em achar que se dá um jeito depois, se houver problemas. Cedo ou tarde isso vais acontecer e o valor a ser desembolsado será muito maior, por isso tome cuidado.

Tenha um comportamento empreendedor
É fundamental que o empreendedor tenha conhecimento sobre sua atividade, habilidade para colocar em prática e atitudes que condizem para seu sucesso como empresário. A participação em cursos sobre empreendedorismo é uma das recomendações que podem fazer toda a diferença na hora de administrar o próprio negócio. Falta de planejamento antes da abertura do negócio é um dos fatores mais decisivos no sucesso ou fracasso de micro e pequenas empresas. Mais tempo com maior profundidade na realização do planejamento e consciência em mudar este planejamento se for o caso são importantíssimos. Adapte práticas bem sucedidas de outras empresas à sua.

Calculando custos e lucros
Calcular custos e lucros não é tão simples como parece. O empreendedor sem experiência de administração tende a esquecer gastos que causam impacto no custo do seu produto ou serviço portanto, lucrando além do que poderia. Um dos maiores desafios na administração de micro e pequenas empresas é fazer um planejamento financeiro adequado. Alguns erros comuns, podem fazer a gestão financeira se transformar em um pesadelo na rotina de micro e pequenas empresas contudo, se você não tem conhecimento necessário para lidar com isso, é indispensável que você tenha o auxílio de profissionais contábeis para ajudar na administração de suas finanças.

Atenção ao mercado
O empresário deve estar atento as mudanças econômicas e se programar respondendo: Se os lucros tivessem uma queda a partir de hoje, em quanto tempo o dinheiro acabaria? Este tipo de questionamento mantém o empresário preparado para uma crise. Além de deixar mais claro quanto capital existe para investimentos em equipamentos e tecnologia, por exemplo. Às vezes é verdade que você tem que gastar dinheiro para ganhar dinheiro mas, é mais responsável ter controle e se endividar o mínimo possível. Mas se existe a possibilidade de um investimento que irá dar uma nova guinada nos negócios, pense a respeito.

Alberto Ferreira da SAP - Presidente da 3ª maior empresa de software

Feedback dos clientes e problemas pessoais podem impactar sobre os negócios. O feedback é a maneira mais eficaz e segura de investir em novos serviços e produtos, destine tempo para isso ouvindo seus clientes. Outro fator decisivo nos negócios são os problemas pessoais tais como de saúde, particulares e entre sócios que se bem administrados não irá impactar na sua vida profissional.

Mesmo que os negócios estejam indo de vento em polpa, não esqueça de atentar para as variações do mercado e não desanime, faça diariamente um exercício de avaliação de sua empresa!

Nenhuma Resposta

  1. Pingback: Por que as empresas quebram? 22 de março de 2010

Deixe seu Comentário