Microsoft vendendo linux?? Um negócio da China…

O Mercado reagiu muito bem ao acordo da Novell com a Microsoft. A quase-falecida ex-líder do mercado de redes teve lucro recorde, pois a parceria com a Microsoft é um grande fator de decisão quando o assunto é interoperabilidade.

Agora apontam os canhões para o mercado asiático, mais precisamente a China. Como o Windows não anda muito popular por lá, o negócio é vender Linux, então a Microsoft e a Novell farão reuniões com diretores das principais corporações, com foco em converter os usuários sem-suporte de Linux genérico em usuários bem-acessorados do SUSE Linux Enterprise.

Já fizeram acordos com a People’s Insurance Company, Dairy Farm Company e Dawning Information Industry, entre outras, para a compra de licenças de 3 anos do SUSE Linux, incluindo serviço e suporte.

Pelo visto a iniciativa de criar o Red Flag Linux não foram muito adiante. Na página do produto o Copyright está 2000-2003, vê-se o quanto eles atualizam o site. Agora, com a entrada da Novell, o Red Flag vai definitivamente para a lata de lixo.

Já com um nome como a Microsoft por trás, a Novell tem tudo para se dar bem no mercado chinês, pois haverá interoperabilidade entre a base Windows (em grande parte pirata) e a base Linux (efetivamente paga), e mais grana no bolso de Bill Gates.

Quem perde nisso? O proverbial chinês com a caixa de DVDs com Windows pirata.

A grande ironia é que alguns anos atrás o CEO da Microsoft, Steve Ballmer, gritava para todos os cantos que adorava a Microsoft e que Linux era coisa de comunista. Agora vai ser. Graças à Microsoft. via Carlos Cardoso

Deixe seu Comentário