Cuidados necessários antes de contratar um pacote VoIP

Como foi dito no artigo anterior, a telefonia VoIP pode não significar o fim das contas de telefone.

É até possível fazer economia, mas é preciso avaliar muito bem os valores cobrados.

Além de tudo, antes de contratar um pacote VoIP, é importante tomar alguns cuidados.

Veja o que deve ser conferido antes de contratar seu VoIP:

# Faça uma comparação entre o plano oferecido e as tarifas da telefonia convencional. Compare o preço dos minutos oferecidos no pacote com os preços das ligações via telefone normal;

# Para ligações interurbanas e internacionais, consulte o site da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), que possui um sistema que compara os preços das operadoras e indica os melhores preços para diferentes horário;

# Ao optar por um plano de minutos, lembre-se de que, mesmo não utilizando todos os minutos no período, terá de pagar por eles. Informe-se se, por exemplo, os minutos não utilizados passam para o mês seguinte ou se são simplesmente descartados;

# Preste atenção ao preço do minuto excedente. Às vezes, o valor do minuto no pacote pode até ser tentador, mas os minutos que ultrapassam o limite do plano escolhido são tão altos que, se utilizados, comprometem todo o seu orçamento;

# Informe-se também sobre outros serviços e possibilidades, como assinatura básica, horários de pico, números favoritos etc;

# Avalie os seus hábitos: se você faz mais ligações para um determinado país, em quais horários e dias da semana e compare as tarifas cobradas. Isso faz diferença;

# E analise o contrato com muito cuidado. Apesar de não haver nenhuma legislação específica para esse tipo de serviço, o Código de Defesa do Consumidor protege o usuário com as determinações aplicadas aos serviços de telefonia fixa. Assim, atenção às cláusulas abusivas e, em caso de dúvida, não assine nada antes de conversar com um advogado ou com órgãos de defesa do consumidor.

Nenhuma Resposta

  1. Pingback: Cuidado com os custos e valores ocultos do VoIP 26 de dezembro de 2008

Deixe seu Comentário