Como os ruídos podem afetar a saúde?

A nossa saúde e bem-estar dependem de muitas coisas que a gente nem percebe de imediato porque não chegam a causar dor, como os sons altos, por exemplo.

No nosso dia-a-dia, estamos naturalmente expostos a muito barulho, como o dos meios de transporte, construções, tráfego, celulares, etc.

Estes sons indesejáveis e desagradáveis são chamados de ruídos.

Existem casos em que conseguimos controlar os seus efeitos, como diminuindo o volume da televisão ou do aparelho de som, mas quando ficamos expostos a eles no trabalho, devemos tomar certas precauções.

A saúde do profissional do aço pode ser bastante afetada pelos ruídos das operações de soldagem e corte. Neste caso, os barulhos podem ter origem no processo, na fonte de energia ou em outros equipamentos.

Como resultado, o profissional acaba causando danos à audição, que podem ser totais ou parciais, temporários ou permanentes. Danos temporários são aqueles que podem ser revertidos, desde que o profissional não freqüente ambientes com ruídos excessivos. Quando exposto a um alto nível de ruído por um longo período de tempo, o dano pode se tornar permanente. Isto vai depender da susceptibilidade individual, do nível de ruído e da duração da exposição.

Além disso, os ruídos em excesso podem causar outras tensões que afetam o bem-estar físico e mental do profissional. Confira os principais efeitos da exposição ao ruído:

Efeitos Psicológicos:
– Perda da concentração;
– Perda dos reflexos;
– Irritação permanente;
– Insegurança quanto a eficiência no trabalho;
– Dificuldade as conversações;
– Impotência sexual.

Efeitos Fisiológicos:
– Perda auditiva até a surdez permanente;
– Dores de cabeça;
– Fadiga;
– Distúrbios cardiovasculares;
– Distúrbios hormonais;
– Disfunções digestivas;
– Alergias;
– Aumento da frequência cardíaca;
– Contração dos vasos sanguíneos.

Deixe seu Comentário